Dançei de documento na mão
(Zinho, Antonio Barros)